Quem possui um automóvel sabe a importância que o óleo do motor tem. Ele pode ser do tipo mineral, semissintético ou sintético. Suas principais funções são proteger, resfriar, lubrificar e reduzir o atrito entre as peças móveis, desse modo otimizando o consumo de combustível e prevenindo uma série de problemas que o veículo pode apresentar.

Para ajudar o motor a funcionar da melhor maneiro pelo maior tempo possível siga estas dicas de cuidados que se deve ter com o óleo do motor:

  1. Utilize o óleo especificado pelo fabricante: Existem vários tipos de óleo disponíveis no mercado, eles se diferem na viscosidade e nível de desempenho do lubrificante. Cada modelo de carro possui uma especificação do óleo descrita no manual do fabricante, caso você não tenha o seu, confira a tabela de óleos para cada tipo de carro da CJ, disponível gratuitamente.
  2. Verifique periodicamente o nível do óleo: Geralmente o óleo do motor baixa 1 litro a cada mil quilômetros percorridos. Recomenda-se que o nível do lubrificante seja verificado a cada 15 dias ou no mínimo uma vez por mês, de preferência faça a leitura da vareta com o motor frio e o automóvel parado em local plano.
  3. Faça a troca do óleo no tempo certo: Se o lubrificante vencer antes de ser trocado causará danos em peças importantes do sistema. Faça a troca a cada dez mil quilômetros rodados (ou conforme especificação do fabricante) e entenda: óleo preto não é sinônimo de vencido. A cor escura significa que está lubrificando corretamente, evitando que as impurezas que ultrapassaram o filtro de óleo não sejam depositadas no motor.
  4. Atenção especial ao filtro do óleo: Faça a troca a cada 10 ou 15 mil quilômetros rodados, juntamente com o óleo, pois ele é responsável por filtrar as impurezas geradas pelo atrito entre as peças móveis de metal, além de resíduos gerados na combustão. Caso contrário, as impurezas se acumulam e podem danificar peças importantes do motor como válvulas, cilindros, anéis e pistões.
  5. Fique atento as condições que reduzem o prazo para troca: Evite usar aditivos avulsos, pois a mistura desses ao óleo pode desequilibrar sua formulação, ocasionando borra e dificultando a lubrificação do motor. Sem contar que a maioria dos óleos já vêm aditivado de fábrica. Em caso de dúvidas sempre consulte a especificação no manual do proprietário.

 Além dos nossos conteúdos informativos, você encontra os melhores produtos para o seu veículo nas lojas físicas e no site da CJ Automotiva!